5 de Agosto

 

Dia 5 de agosto de 2013 vai sempre ficar marcado em minha memória. Estava em casa, às 6h30 da manhã para ir a escola como qualquer outro dia normal de aula. Era o recomeço das aulas. Porém, mesmo sendo mais um dia comum, eu me sentia um pouco diferente. Como se fosse um presságio, sabe!? Mas eu nem perdi tempo em tentar prever algo. Isso sempre gera algo não saudável. Continuei minha arrumação e cheguei na escola com meu amigo, estávamos indo para a sala. Primeiro fui deixá-lo na sua, porque nós estudávamos em salas diferentes. Encontrei algumas pessoas, algumas piadinhas para descontrair e tudo, mas nada diferente. Eu continuava nervoso, não sabia pelo quê. Fiz o caminho para a minha e ao chegar na porta, meio de relance e meio indeciso, eu olhei toda a sala, e quando os meus olhos estavam em direção ao fundo da sala, reparei uma garota diferente. Uma menina que estava com uma cara não muito amigável. De longos cabelos pretos, olhos castanhos escuros, óculos rayban, rosto branquinho e lisinho. Sentada e quietinha, do jeito de um anjo que não existe em nenhum sonho, ou apenas no meu. Aquele olhar me prendeu de uma tal maneira, sabe!? Um olhar de menina vivida. De menina que conhece o mundo em que vive, que tem seus passos todos pensados e seus atos todos calculados. Olhos que observam tudo e escondem um mundo. Não demorou mais do que três segundos para eu descobrir que estava totalmente apaixonado e que essa menina estaria eternizada como minha amante e minha namora, até agora. Hoje temos 1 ano e 5 meses de namoro, mas posso dizer que o dia em que ela mais me tocou, foi no dia 5 de agosto de 2013.


Cavaleiro Errante.

Você também pode gostar: