Acorrentado

Não queremos balas,
Chicotes ou câmaras de gás.
Apenas liberdade,
Livre arbítrio e paz.

Quem és tu para fazeres
Julgamentos quando quiser?
Vires o nariz, mas não enxergas
Nem o dedo do pé.

Questiono-me então,
Se lamento ou bato de frente.
Mas é válido ressaltar, ó!
Que situação deprimente.

Bate, tortura, chicoteia-me e choro.
Rezo que sejas pesadelo,
Mas nunca dele
Acordo.

Você também pode gostar: