Em um jogo de videogame, o personagem principal falava sobre haver problemas pequenos demais; deveríamos ter prioridade. Eu achei genial. Quantas vezes nos deixamos abalar por algo pequeno? Nossa tolerância à frustração está cada vez menor, mas precisamos dela para crescermos, para evoluir enquanto pessoa. Antes de tudo, é necessário compreender que o “não” sempre estará presente em nossas vidas, talvez bem mais que o “sim”. Pare, reflita e busque maneiras de lidar com isso. Se há algo lhe incomodando de alguma maneira, pense sobre isso. Não sei porquê, mas hoje em dia as pessoas parece que têm medo de pensar. Não tenha. Ao invés disso, questione: é algo que depende somente de você? Então é sua responsabilidade. Corra atrás. Entretanto, pelo amor de Deus, pare de tomar o que é do outro para a sua vida. Se for sentimento do outro, vida do outro, problema do outro…deixe para ele. Você já tem tanto com o que se preocupar. Pois já que tudo é questão de prioridade nessa vida, aplique às adversidades também. Porque quanto mais a gente questiona, mais leve a gente fica ao perceber que algumas coisas não valem nem o pensamento que gastamos com elas. Isso vale para pessoas também.

Você também pode gostar:

Ó