Prevenção ao suicídio em Teresina

prevenção
Desde setembro de 2014 a população de Teresina tem à sua disposição o ambulatório Provida, voltado para o atendimento de pessoas com ideias suicidas ou que tentaram o suicídio recentemente. A Prefeitura de Teresina mantém o referido serviço no Lineu Araújo, das 8h às 12h e das 14h às 18h, de segunda a sexta-feira, com uma equipe formada por um médico e dois psicólogos. O atendimento inicial não precisa de marcação de consulta. Sentindo a necessidade, a pessoa pode procurar diretamente o serviço e ser atendido por um profissional da equipe. Leia mais aqui.

assinaturaaaa

Continue Reading

Precisamos falar sobre o Suicídio — Setembro Amarelo

images (1)

De acordo com a estimativa da Organização Mundial da Saúde, a cada 40 segundos uma pessoa se suicida no mundo. No Brasil, uma pessoa comete suicídio a cada hora. No Japão, a cada 15 minutos. São dados curiosos, não? Numa tentativa de redução desse número — a meta da OMS é diminuir em 10% a Taxa Mundial de Suicídio até 2020 —, a Associação Internacional de Prevenção ao Suicídio criou a campanha do Setembro Amarelo e declarou o dia 10 de Setembro como o Dia Mundial da Prevenção do Suicídio. O objetivo é discutir o assunto e divulgar ações preventivas.

— O suicídio é o desfecho de uma doença física ou mental e pode ser prevenido quando falamos sobre o assunto. Hoje, ele é tratado como tabu, o que contribui para que continue acontecendo. — explica Roberta Grudtner, coordenadora da residência médica em psiquiatria do Hospital Psiquiátrico São Pedro.

A quantidade de pessoas no mundo que põe um fim na própria vida é tão assustadora — senão maior, quanto à quantidade de soldados mortos numa guerra. Infelizmente, este é um problema que cresce dia após dia e as pessoas maqueiam uma cegueira afim de procrastinar a discussão sobre o assunto. Mas por que isso não está sendo destacado nos veículos de comunicação? Por que está fora da mídia? Por que ninguém procura abordá-lo? Por que diante do crescimento de casos ainda tratam como um tabu?
Suicídio não é tabu, é uma realidade.

Parece-me que as pessoas colocam um abismo entre elas e o suicídio até que aconteça com alguém próximo ou que se torne uma opção. Mas que fique bem claro o seguinte: Não há prevenção sem informações. Não há prevenção sem discussões. É preciso colocar de lado pensamentos tolos e entender que isso é algo que além de merecer, deve ser discutido cada vez mais. Seja em casa, em escolas, no trabalho, na rua; em qualquer lugar. Nós estamos tão preocupados com coisas irrelevantes que não somos capazes de enxergar pessoas que gritam por socorro e não sabem mais o que fazer com a própria vida, buscando paz e o fim de toda a dor nem que seja desistindo de tudo.

Ao falecer, Marilyn Monroe foi rotulada como suicida e nos dias que se seguiram após sua morte ocorreram vários outros casos de maneira similar. Vale ressaltar que é de suma importância haver cuidado ao falar de suicídio, mas também haver a prevenção do ato. Eis a pergunta: Quem nunca passou por momentos de solidão, tristeza, fragilidade? Estar rodeado de pessoas, mas sentir-se sozinho. Todo mundo! Porém, há pessoas que possuem mais dificuldade ao ter de lidar com esse tipo de situação. Apontar o dedinho para julgar ou culpá-las não vai trazer de volta a vontade de viver. Falando por experiência própria, quando alguém tira a própria vida, sempre ficará a pergunta “O que devíamos/poderíamos ter feito?”.

Um forte fator de risco para o suicídio é a existência de um transtorno mental. Naquele momento, o suicida está passando por problemas muito sérios. Nem que sejam perceptíveis apenas na mente dele. Sofrimento é sofrimento. E o fato de você não ver, não torna o alheio menor, não. A pessoa que considera a morte como solução ou saída é um ser humano que mais do que qualquer coisa precisa de apoio, de alguém que diga “ei, eu estou com você e não irei abrir mão!”. É bom ressaltar que quando a pessoa encontra-se no fundo do poço, precisa de um apoio mais sólido que as outras. E com certeza também precisará de um suporte emocional reforçado. É nessas horas que o tratamento psicológico se faz necessário para intervir e prevenir. Demonstre seus sentimentos àqueles que são importantes para você. Espalhar amor: Quanto mais você divide, mais você multiplica.

Continue Reading